Muitas alegrias, mesa farta com muitos doces, comida de Dendê, principalmente o Caruru.  Sim! Estou falando do Caruru de Cosme Damião.  São filhos gêmeos de Xangô e Iansã. Os devotos e simpatizantes têm o costume de fazer caruru (uma comida típica da tradição afro-brasileira), chamado também de “Caruru dos Santos” e “Caruru dos sete meninos” que representam os sete irmãos (Cosme, Damião, Dou, Alabá, Crispim, Crispiniano e Talabi), e dar para as crianças.

Na Igreja Ortodoxa, os santos são celebrados no dia 1º de novembro. Já os ortodoxos gregos comemoram em 1º de julho.

São Cosme e Damião também são considerados protetores dos gêmeos e das crianças. Por isso, as pessoas criaram o costume de distribuir os doces para homenagear os santos ou cumprir promessas feitas a eles. E vamos aqui, para algumas receitas dessas iguarias dos meninos.  Bom Apetite!

Caruru – Ingredientes: 60 quiabos lavados enxutos e cortados em cubinhos, 1 e 1/2 cebolas grandes raladas, 2 colheres de sopa de uma mistura de castanhas de caju, amendoins torrados e camarão seco, todos triturados no liquidificador. E ainda, ¾ de xícaras de azeite de dendê, suco de 3 limões, 1 colher de sobremesa de sal, água quente que baste. Modo de Fazer: Lava-se os quiabos, enxugando bem para não soltar baba quando picado. Coloque os camarões secos a cebola ralada, para refogar nos azeites. Junte os quiabos, picados,o suco de limão para cortar a baba. Aos poucos vá agregando água. Quente. Acrescente a mistura de castanha, amendoins e camarão triturado (Mix), e sal a gosto. Cozinhe tudo até ficar pastoso. Quase no final, junte camarões defumados inteiros. Quando as sementes dos quiabos ficarem cor de rosa, retire do fogo.

Mix Baiano – 1 xícara de chá de castanha de caju e amendoins torrados, 1 xícara de chá de cascas e cabeças de camarão seco (limpas), 1 colher de sobremesa de gengibre ralada ou em pó. Bater todos no liquidificador. Conservar em potes bem fechados. No momento de usas desmanche em um pouco de água.

Xinxim de Galinha-Ingredientes: 1½ kg de galinha  em pedaços pequenos ( prefiro sobrecoxas) . Eliminar as peles e lavar bem com água e limão. Depois de bem lavados e enxutos em toalhinhas absorventes, tempere com 1 colher de sobremesa de sal, 1 colher de café de pimenta branca em pó, 1 colher de sopa de gengibre ralada, e 1 colher de sopa de azeite de oliva. Reservar coberto ( em refrigeração) por 20 minutos. Numa panela aquecida, ponha 2 colheres de sopa de azeite e quando quente, ponha 1 cebola picada e vá mexendo para evitar que doure. Deite os pedaços de galinha sobre a cebola, e deixe selar de todos os lados. ( perder a cor rósea),. Acrescente 50 ml de azeite de dendê, 150 ml de MIX Baiano e alguns camarões defumados limpos e ainda inteiros.  Semi tampe a panela, abaixe a chama do fogão, e aguarde que amacie totalmente.  Retifique o sal. Se for necessário, agregue um pouco de água quente.  

Vatapá á minha Moda – (Elíbia Portela) – Ingredientes: 1 ½ litros de caldo de peixe, 6 pãezinhos de sal amanhecidos, 1 coco seco, batido no liquidificador com ½ litro de água. Passar por peneira. 100 ml de azeite de dendê, 100g de camarões secos tratados ( limpos), ½ xícara de chá de Mix Baiano ( castanha de caju , amendoins e camarão seco ) torrados e moídos, 1 colher de café de gengibre ralada.M.F. Rasgue os pãezinhos em pedaços e deixe-os de molho no leite de coco,por alguns minutos. Por no copo do liquidificador, juntamente as castanhas,amendoins, farinha de camarão seco e gengibre. Bater por alguns minutos e transferir para uma panela. Agregue o caldo do peixe ( aos poucos), carne do peixe desfiada, camarões secos tratados, e o dendê. Levar ao fogo sempre mexendo até formar um creme consistente que ferve por 5 minutos. Obs.: Se engrossar muito dilua colocando mais caldo de peixe, caso contrário,junte mais pão batido com caldo de peixe.Caldo de Peixe – 1 kg de cabeça e rabo de peixe bem lavados com água e limão, e temperado com 1 colher de sobremesa de sal, 1 colher de chá de pimenta branca em pó, 30 ml de azeite de oliva e ¼ de xícara de chá de coentro picado. Reservar por ½ hora. Transfira para uma panela funda, junte:½ kg de tomates sem sementes cortados em cubos largos, ½ pimentão, 1 cebola em fatias, ½ xícara de chá de cheiros verdes picados, 1 1/2 litros de água quente. Cozinhe todos até que os tomates e a carne do peixe se desmanchem. Passar por peneira. Reserve a carne para desfiar.Dica: Você pode substituir o peixe por ½ k de bacalhau ( tipo Saithe). Nesse caso, após cozido, triture todos no liquidificador.

Acarajé – Ingredientes: 1 kg de feijão fradinho, 2 cebolas grandes raladas, Sal a gosto. Para fritar 1 litro de dendê, 200g de camarão seco dessalgado para decorar. Modo de Fazer: Deixe o feijão de molho na véspera. Descasque o feijão elimine o olho e bata no processador até virar uma massa. Ob. Esta massa já pode ser encontrada processada  . Acrescente a cebola, sal e bata bem. Transfira para uma tigela grande e bata com uma colher até dobrar de volume. Fica como uma massa fofa. Frite no azeite de dendê bem quente, às colheradas.  Escorra em papel toalha e reserve por um minuto antes de rechear e servir. Sirva recheado com vatapá molho de pimenta e camarões secos inteiros salteados no dendê.

Abará – Use os mesmos ingredientes usados para o acarajé, acrescido de 250g de camarão seco defumado, sem casca, 1 colher (chá) de gengibre ralado( ou 2 colheres de sopa de Mix Baiano bem triturado),  e 3/4 xícara (chá) de azeite de dendê. Modo de Fazer: Depois de Bater o feijão, a cebola, o camarão e o gengibre, no processador, até ficar uma massa homogênea. Junte o azeite de dendê e misture bem. Á parte, limpe e passe por calor algumas folhas de bananeira. Cortar em pedaços de 10x20cm e reserve. Montagem: Enxugue bem as folhas e em cada uma coloque uma colher da mistura preparada Em uma das pontas, sobreponha um lado da folha sobre o outro. Dobre as laterais para o centro, como uma flecha. Dobre para baixo. Repita a operação com a outra extremidade. Cozinhe os abarás no vapor por 30 minutos ou até aumentar de tamanho. Depois de cozido retire da palha e abra ao meio no sentido horizontal. Recheie como o acarajé.