Como parte das comemorações pelos 30 anos de sua fundação, o Balé Folclórico da Bahia faz uma apresentação única, no dia 17 de dezembro, às 19h30, na Cidade do Saber, em Camaçari. A companhia, fundada e dirigida por Vavá Botelho, vai apresentar o espetáculo Herança Sagrada com a participação especial de trinta jovens da comunidade quilombola Cordoaria. Os jovens, que vão fazer a abertura da coreografia, participaram das oficinas de dança afro e percussão oferecidas gratuitamente pelo Balé Folclórico da Bahia e ministradas durante todo o mês de novembro por Nildinha Fonseca e José Ricardo Sousa, integrantes da companhia. O espetáculo contará ainda com a participação especial do bloco afro Ilê Aiyê, que fará uma apresentação depois do Balé. O evento será aberto ao público.

No dia 22 de dezembro, a cidade de Alagoinhas recebe o Balé Folclórico da Bahia para uma apresentação, às 20h, na Praça J.J.Seabra. A apresentação do espetáculo Herança Sagrada na cidade conta com o apoio da Secretaria de Cultura de Alagoinhas, que também fará uma homenagem ao grupo pelos seus 30 anos. A companhia também vai realizar oficinas de dança e percussão gratuitas na cidade e os jovens que participarem das oficinas vão criarão uma coreografia para ser apresentada antes do espetáculo do BFB.

No dia 18 de dezembro, a companhia vai realizar um ensaio geral exclusivo para patrocinadores e convidados, no Teatro Miguel Santana, sede do Balé, onde serão apresentadas as novas coreografias criadas para os 30 anos. A atriz Gloria Pires, que vai dirigir um vídeo documentário sobre a trajetória da companhia, estará presente no ensaio e no espetáculo em Camaçari. A estreia do espetáculo comemorativo com as novas coreografias está prevista para os dias 12 e 14 de abril de 2019, para o público, e no dia 15 de abril, para as escolas, no TCA.