A CAIXA Cultural Salvador apresenta, de quinta (23) a domingo (26), o espetáculo ‘Negra É A Voz – Toda Mulher É Meio Chica da Silva’, uma série de quatro shows protagonizados pelo grupo As Ganhadeiras de Itapuã. Tendo o empoderamento feminino como mote, o projeto celebra o mês da Consciência Negra recebendo como convidadas as cantoras negras Larissa Luz, na quinta-feira (23), Juliana Ribeiro, na sexta-feira (24), Anelis Assumpção, no sábado (25) e Virgínia Rodrigues, no domingo (26). Os shows acontecem de quinta a sábado, às 20h, e no domingo, às 19h.

O espetáculo propõe o encontro de diferentes gerações da música para um emblemático tributo ao empoderamento da mulher negra. No repertório, cantigas e sambas de roda autorais das Ganhadeiras somados a canções de carreira de cada uma das artistas convidadas. “Reunimos mulheres negras, de diferentes estilos musicais e gerações, para mostrar sua voz no canto e no diálogo com outras mulheres. Junto com as Ganhadeiras, que também representam esta resistência, queremos mostrar a força da união destas vozes”, explica Elaine Hazin, idealizadora e realizadora do projeto. “Esse projeto não se trata de um resgate, mas sim da manutenção, reconhecimento e valorização da mulher”, acrescenta a ganhadeira Verônica das Virgens.

Além de música, ‘Negra É A Voz’ promoverá, na quinta (23), às 17h, uma roda de conversa com a jornalista e digital influencer Tia Má, que soma mais de um milhão de visualizações no YouTube. Nara Couto, Vilma Reis e Mãe Jaciara são as convidadas da conversa sobre ‘Reflexões sobre o empoderamento da mulher negra’. O bate-papo é gratuito e os ingressos serão distribuídos uma hora antes, às 16h.