Há 30 anos para quem gosta de música. Assim pode ser resumida a trajetória da emissora que comemora três décadas com reposicionamento de marca e passa a se chamar GFM 90,1. O novo nome é o ponto mais visível de um processo de modernização que está em curso desde o início do ano, com a aquisição de um dos mais modernos transmissores do Brasil (que permite uma melhor qualidade de som), passa por um novo, mais robusto e funcional aplicativo (a ser lançado no final de novembro) e culmina com a aquisição de uma mesa de áudio digital em breve.

As novidades são uma forma de continuar levando aos ouvintes a qualidade que eles já conhecem e que se tornou o principal ativo da marca. Tendo construído ao longo desses anos uma história de cumplicidade com o público, a rádio assumiu a liderança de audiência entre as emissoras baianas nos segmentos A e B, acima de 25 anos, em 2016 e também no segundo semestre de 2018, de acordo com pesquisa de aferição de audiência realizada pelo IBOPE