Depois de passar por várias cidades brasileiras, a 13ª edição daCowParade Brasil acontece em Salvador pela primeira vez, com lançamento marcado para o dia 16 de julho (terça-feira), às 10h, no Museu Náutico da Bahia – Forte de Santo Antônio da Barra, no Farol da Barra. A capital baiana irá receber ao todo 60 esculturas feitas em fibra de vidro e tamanho natural em formato de vaca, personagem símbolo da mostra que já acontece há mais de 20 anos ao redor do mundo. No Brasil, cidades como São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Goiânia e Belém do Pará já receberam a intervenção artística. Durante o evento, haverá uma performance da grafiteira Sista Katia, convidada para pintar uma obra ao vivo.

Na ocasião, será anunciada a abertura oficial do edital de seleção para a participação de artistas regionais de diversos segmentos, que deverão se inscrever e submeter seus projetos para pintarem uma das vaquinhas. As obras serão espalhadas em locais públicos e privados de acesso público, a partir de 11 de outubro até 20 de novembro. “Estou ansiosa para inserir a cidade de Salvador no roteiro mundial da CowParade, pois teremos com certeza grandes artistas retratando a singularidade e a beleza da Bahia”, declara Catherine Duvignau, sócia-diretora da Toptrends, empresa organizadora. As inscrições poderão ser feitas através do site:www.cowparade.com.br até o dia 02 de agosto.

Buscando revelar artistas regionais para o grande público, o patrocínio fica por conta da rede de farmácias Extrafarma, responsável por viabilizar a vinda desse evento mundial ao Estado no qual está presente há dois anos. Ao final, as obras expostas serão leiloadas e o valor arrecadado doado para instituições beneficentes selecionadas. “Nosso apoio ao evento é uma forma de agradecer a boa recepção dos baianos desde que iniciamos nossas atividades na região”, diz Miguel Jarros, diretor de Operações e Marketing da Extrafarma.

Caráter beneficente

Além de expor a beleza e exuberância das obras, a exposição também visa promover a responsabilidade social. No Brasil, o projeto já arrecadou e doou mais de R$ 6 milhões para ações de responsabilidade social como Fundação ABRINQ, Fundação Gol de Letra, SERVAS – Serviço Voluntário de Assistência Social (BH), Rio Inclui (RJ), AVAO – Associação Voluntariado de Apoio à Oncologia (PA), entre outras. Ao redor do mundo, mais de 10.000 artistas já participaram da CowParade e estima-se que mais de 500 milhões de pessoas tenham visto uma das esculturas. No total, mais de US$ 35 milhões foram levantados para entidades beneficentes através do leilão das peças.

História de sucesso

A CowParade surgiu em 1998, quando o artista suíço, Pascal Knapp criou diversas esculturas em formato de vaca com a intenção de provocar o riso. Em 2000, os direitos das esculturas de Knapp foram comprados pelo americano Jerry Elbaum que fundou a CowParade Holding Inc. Desde então, foram criadas mais de 5 mil esculturas de vacas em todos os continentes. No país, o evento é idealizado pela Toptrends, empresa brasileira criada, em 2004, com a missão de democratizar a arte e a cultura através de projetos especiais.