Carnaval é sinônimo de curtição para uns e de descanso para outros. Independentemente das preferências de cada um, uma viagem em um feriado concorrido exige planejamento. Para começar 2019 com economia e aproveitar uma das mais divertidas celebrações do ano, confira dicas úteis de viagem selecionadas por Gabriela Martins de Lima, docente do curso Técnico em Guia de Turismo do Senac EAD.

Defina seu objetivo e descubra novos destinos – se o seu negócio é curtir a folia, ou seja, aproveitar desfiles e blocos de rua, não perca tempo: compare preços de passagem para os locais de agito e procure por horários alternativos. “Fique atento, pois às vezes surgem promoções de última hora”, lembra Gabriela. Se o seu foco é o descanso, procure por locais menos visitados que, geralmente, têm preços mais acessíveis. “Ao fugir de lugares badalados, você pode inclusive descobrir novas possibilidades de destinos interessantes”.

Planeje os gastos – o custo com passagens e hospedagem, quando definidos em cima da hora, costuma ser alto. Além disso, é importante estar atento aos valores dos serviços e produtos adquiridos no destino visitado. “Pode-se compensar o alto custo da passagem aérea com uma hospedagem mais simples, por exemplo. O importante é organizar seu orçamento de viagem de modo a estabelecer o melhor custo-benefício para o Carnaval e evitar dores de cabeça para o restante do ano”, aconselha docente do Senac EAD.

Um local para cada público – para quem vai viajar com amigos, alguns dos destinos preferidos são as cidades históricas de Minas Gerais, como Ouro Preto, Sabará e Diamantina; em Pernambuco, as ladeiras de Olinda e o frevo do Recife; e na Bahia, o axé e a folia dos trios elétricos de Salvador. Quem quer aproveitar o período com a família ou como casal, pode optar por locais como Gramado e Canela (RS), indicadas principalmente para quem busca boas opções gastronômicas e de hospedagem, curtir a natureza e relaxar. Já para quem pensa em curtir sozinho, Gabriela indica Foz do Iguaçu (PR), para conhecer o Parque Nacional do Iguaçu e suas imponentes cataratas e o Rio de Janeiro (RJ) e com uma intensa programação de Carnaval, para quem procura animação, e outras atrações mais tranquilas, como visitação a museus no centro da cidade e trilhas nas unidades de conservação.

Escolha do pacote turístico – mesmo na última hora, é importante verificar o cadastramento da agência junto à Cadastur. “Promoções existem, mas desconfie de pacotes muito baratos. Informe-se sobre a programação prometida, guarde o e-mail da confirmação de compra e certifique-se de que terá um guia de turismo acompanhante da viagem, o que costuma evitar surpresas desagradáveis”.

Documentos em mãos – no embarque em roteiros nacionais, são permitidos diferentes tipos de documentos de identificação com foto. Eles devem ser válidos e os mesmos informados no ato da compra de pacotes turísticos ou de passagens aéreas. Há também as regras específicas para documentação de viagem para crianças e adolescentes. Em casos de viagens nacionais com apenas um dos pais ou desacompanhado, o passageiro deve verificar as exigências da Vara da Infância e da Juventude da localidade de embarque. 

Consulte a previsão do tempo – assim você poderá organizar melhor sua bagagem, evitando pesos desnecessários e excessos de roupas. Escolha sempre peças versáteis, que combinem entre si.

Cheque a voltagem do destino visitado – para destinos internacionais, vale a pena levar um adaptador de tomadas para aparelhos elétricos de uso pessoal.

Incentive o comércio e contribua com a cultura local – experimente a culinária regional, procure consumir produtos locais e incentive a circulação de riquezas nas cidades que visitar. Volte com boas lembranças, com fotos, artesanatos e produtos da região. Fique o tempo suficiente em cada lugar para poder apreciá-lo.