A arte que extrapola os limites tradicionais dos museus, das galerias, que vai para rua, para perto, que invade a rotina e cria vínculos. Pensando em trazer uma nova possibilidade de acesso à arte e formação de público, os artistas plásticos baianos Elano Passos, Ronald Lago e Alexandre Feliciano vão ocupar com um ateliê de arte coletivo um dos contêineres da Vila EcoSquare, no Rio Vermelho, durante todo o verão. A inauguração acontece no dia 7 de novembro, às 20h, e a partir daí ficará aberto à visitação gratuita de segunda a sábado, das 13h às 21h.

A simplicidade e pureza dos traços em preto e branco do nanquim de Elano Passos vai se misturar às cores das tintas de Ronald Lago e Alexandre Feliciano. “Dividir um ateliê com esses artistas significa gerar um espaço de criatividade pulsante na cidade. A troca de experiências, de técnicas e de histórias são catalisadores para nossas mentes que buscam o tempo todo novos desafios”, conta Elano. “A ideia é que seja um lugar ativo, que sempre tenha algum de nós criando, promovendo oficinas, workshops… queremos que as pessoas se sintam próximas e participem do nosso processo criativo”, completa.

Mesmo com estilos muito diferentes, os artistas acreditam que a comunhão das criações se equilibram esteticamente. “Somos baianos e temos uma influência cultural muito latente nas nossas criações, isso nos une”, revela Ronald. Até março, quem estiver visitando o ateliê vai poder conferir obras inéditas dos três expoentes artistas da nova geração e ter a oportunidade de interagir de perto com os criadores. “Temos certeza que essa troca diária vai motivar a nossa criatividade e nos aproximar ainda mais do público”, destaca Alexandre.