A Síndrome da Angústia Respiratória Aguda (SARA), importância dos exames de imagem nas emergências médicas, DPOC(Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) grave, diagnóstico e tratamento do tromboembolismo pulmonar e importância da broncoscopia (exame óptico dos brônquios) nas emergências respiratórias são alguns dos temas que serão abordados no II Simpósio de Medicina Interna, no próximo dia 21 de outubro, das 8 às 17 horas, na ABM (Rua Baependi, 162, Ondina). O evento, promovido pela Associação Bahiana de Medicina (ABM) em parceria com a Sociedade de Terapia Intensiva da Bahia (SOTIBA), é dirigido a médicos e estudantes de medicina e coordenado pelo pneumologista Guilhardo Fontes Ribeiro, Diretor Acadêmico da ABM e coordenador da Associação Bahiana dos Portadores de DPOC. O Simpósio conta com o apoio institucional do Hospital Santa Izabel. Informações podem ser obtidas pelos telefone (71) 3025-9701 ou (71) 2107-9682. As inscrições custam o valor simbólico de R$ 20 e podem ser realizadas através do site http://www.abmeventos.org.br/

“Ao chegar numa unidade de emergência em estado crítico, o paciente deve receber os cuidados de forma integral. O diagnóstico correto e as condutas terapêuticas adequadas fazem toda diferença na abordagem do paciente e podem salvar vidas”, explica o médico Guilhardo Fontes.

O foco do Simpósio é promover e ampliar conhecimentos sobre as condutas médicas para o atendimento nas unidades de Urgências e Emergências e dos pacientes internados. “A  prevenção continua sendo o mais efetivo método de tratamento. O diagnóstico precoce e preciso, aliado a uma indicação terapêutica adequada baseada nas melhores evidências clinicas e no bom senso, pode contribuir muito para redução do índice de mortalidade e sofrimento da nossa população”, ressalta o médico.