Conservando a tradição de agregar os grandes mestres da culinária brasileira ao evento, a 11ª edição do Festival Tempero no Forte já confirmou a presença de chefs convidados, que terão sua criatividade colocada à prova produzindo pratos inéditos a partir da mandioca –  ingrediente temático do festival – com fusões da culinária regional baiana. Destacando-se por promover a aproximação e interação entre o público e os chefs convidados, além de permitir que os participantes acompanhem aspectos da cadeia produtiva da gastronomia brasileira, o Tempero no Forte acontece de 1º a 11 de dezembro, movimentando a cena gourmet do Litoral Norte.

Mais uma vez, a anfitriã será a conceituada chef baiana, Tereza Paim, consagrada nacional e internacionalmente à frente dos restaurantes Casa de Tereza e Restaurante do Convento, no Pestana Convento do Carmo Hotel. Além de ser a curadora do evento, Tereza, assinará o prato principal do tradicional jantar do Via dos Corais e dará aula na Cozinha Show.

Mais dois chefs baianos também farão parte do jantar do Via dos Corais: Beto Pimentel, conhecido por reinventar a cozinha baiana no seu restaurante, Paraíso Tropical, e Chuca Cardoso, que atualmente mantém uma fábrica de massas artesanais, além de prestar consultoria. Outra baiana – que participa pela primeira vez do Tempero no Forte – é Leila Carreiro, proprietária e chef do restaurante regional Dona Mariquita, no Rio Vermelho. Caberá a ela criar um prato para o restaurante da Pousada Casa do Forte.

Titular do restaurante Cantina du Vini, também no Rio Vermelho, o chef fluminense, Vinicius Figueira, natural de Búzios, é quem comandará a cozinha da Risoteria no primeiro fim de semana do evento. Já velho conhecido de quem frequenta o Tempero no Forte, Isaias Neries, chef proprietário do restaurante Parador Lumiar, em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, imprime sua receita à mesa do restaurante da Pousada Porto da Lua. Outra veterana no festival gastronômico, a baiana Morena Leite, do badalado restaurante Capim Santo, em São Paulo, volta à Praia do Forte para a sua esperada aula na Cozinha Show.

Atual titular do restaurante do Tivoli Ecoresort, o chef paraibano Marcelo Pinheiro tem um respeitável currículo recheado de prêmios. Foi o primeiro chef brasileiro a vencer o concurso de cozinha internacional Copa Azteca de Cozinha, em 2005, que lhe garantiu a vaga na Copa do Mundo dos Chefs de Cozinha, e o Bocuse d’Or, em 2007. Marcelo será o chef anfitrião do Jantar Magno do Tivoli Ecoresort Praia do Forte e participará da Cozinha Show. Ao seu lado, no jantar do Tivoli, estarão os cariocas Carlos Cordeiro, que tem no currículo passagem pelo famoso NOMA, de Copenhaguen – reputado como o melhor restaurante do mundo –, e Daniel Pinho, que hoje presta consultoria na montagem de restaurantes e cardápios, além de tocar sua empresa de catering, a Rio Gastrô, que atende desde jantares exclusivos até grandes eventos.

Também da Paraíba, dois talentosos chefs prometem inovar com suas receitas usando a mandioca. A chef Ana Cloris, que trocou a carreira de advogada para se dedicar ao universo dos doces com sua Anita Pâtisserie, elaborará uma sobremesa exclusiva para o restaurante da Pousada Refúgio da Vila. Já o prato principal ficará a cargo do conterrâneo Onildo Rocha, do Buffet Casa Roccia, onde são realizados os principais eventos de João Pessoa.

O chef pernambucano Claudemir Barros, que comanda as caçarolas do premiadíssimo Wiella Bistrô, na Boa Viagem – eleito o melhor restaurante do Nordeste pelo guia Quatro Rodas, em 2012 e neste ano, apontado entre os 10 melhores restaurantes que valorizam ingredientes completamente nacionais pela revista Top Magazine –, assina prato para o Terra Brasil.

Já o chef português, Jorge Mendes, residente no Brasil há 34 anos com vasta experiência na indústria de alimentos, no mercado de importação e imensa paixão pela gastronomia, promete muito sabor e aroma, na cozinha do restaurante Vila Gourmet da pousada Sobrado da Vila. Atualmente, Jorge comanda a cozinha do restaurante Tasca, de cardápio predominantemente português.