Ao consumir as sementes de abóbora, além de reaproveitar algo que normalmente seria descartando, por ser um composto rico em nutrientes, ainda irá resultar em inúmeros benefícios para sua saúde. Confira a seguir alguns dos benefícios de seu consumo regular, de acordo com o profissional:

1. Melhora a qualidade de sono: ao consumir esta semente, você terá uma noite de sono mais restauradora, já que este alimento é rico em magnésio e triptofano, os quais possuem um efeito calmante, além de estimular o sono.

2. Combate à depressão: “o L-tripitofano é considerado um anti-depressivo natural, combatendo esta doença e melhorando o humor”, revela.

3. Ação desintoxicante: segundo Daniel, ajudam na redução de toxinas no corpo, devido às suas propriedades diuréticas, bem como a atividade antioxidante, atuado diretamente na saúde dos rins.

4. Melhora do trânsito intestinal e saciedade: por ser um alimento rico em fibras, as sementes de abóbora auxiliam na digestão e garantem aquela sensação de saciedade por mais tempo, evitando atacar a geladeira nos períodos entre refeições.

5. Previne doenças cardiovasculares: por ser composta por fitoesteróis, as sementes de abóbora promovem uma redução nos níveis de LDL, conhecido como colesterol ruim e formador de coágulos sanguíneos e aterosclerose, reduzindo as chances em um infarto ou AVC.

6. Evita a osteoporose: “as sementes possuem altos níveis de cálcio, zinco, cobre, e outros minerais ligados promoção do aumento da densidade do osso. Inclusive, existem alguns estudos os quais demonstraram que a ingestão das sementes de abóbora diariamente pode reduzir a fragilidade óssea e outros sintomas da osteoporose”, informa.

7. Regula os níveis de insulina no sangue por serem ricas em proteínas, as sementes possuem fácil digestão, auxiliando a estabilização do açúcar no sangue se consumidas em pequenas porções ao longo do dia.

8. Possui ação antioxidante: “ o extrato de sua semente possui compostos fenólicos, conhecidos como componentes anticâncer, já que combatem os radicais livres, precursores de alguns tipos de câncer”, esclarece.