O terno é considerado a vestimenta do homem de negócios. Quando possui um corte adequado e é elaborado com materiais de alta qualidade pode despertar respeito e admiração.

A indumentária sofreu poucas alterações ao longo de sua história. Sua origem remonta à Revolução Industrial, entre os séculos XVIII e XIX. Por ser composto por três peças (calça, casaco e colete) recebeu o nome de terno e se tornou amplamente utilizado em todo o mundo.

Assim como outros itens do vestuário, o terno também possui representantes de luxo criados por grifes famosas como Armani, Hugo Boss e Ermenegildo Zegna. O terno mais caro do mundo, foi confeccionado em Manchester na Inglaterra por Stuart Hughes, quando criou  o cinto mais valioso do mundo e iPhone 5 em ouro com diamantes.

O modelo possui uma combinação de seda, lã, cashmere e diamantes, o que explica o seu alto valor. O terno levou mais de 600 horas para ser criado e foi comprado por um francês pela bagatela de US$ 890 mil.