No último sábado,14 de julho, a França comemorou sua maior festa, o Dia da Bastilha. Trata-se de um dia de celebrações, esquadrilha da fumaça, parada militar, torre Eiffel iluminada e repleta de fogos, um orgulho nacional para comemorar a tomada da Bastilha em 1789 e o início da Revolução Francesa.

Em seguida, ontem, 15 de julho, após 20 anos a França se torna campeã mundial de futebol pela segunda vez. Alegria em dobro no mesmo final de semana!

A França que já estava em festa no sábado, ontem explodiu de felicidade ao conquistar a 21ª Copa do Mundo de Futebol da Fifa. A capital, Paris era um verdadeiro caldeirão, pessoas nas ruas, muitas bandeiras, e muita folia. Os principais monumentos como Arco do Triunfo e a Torre Eiffel, entraram na festa e espelhavam a vitória no futebol, fazendo dos jogadores da seleção, heróis nacionais.

Continuando as comemorações, hoje 16 de julho, algumas estações de metrô acordaram “rebatizadas” em função da conquista no futebol.

A estação Notre-Dame des Champs, se tornou Notre Didier Deschamps, em homenagem ao técnico da seleção Didier Deschamps.

A estação Victor Hugo hoje é a Victor Hugo Lloris, homenageando o goleiro e capitão da seleção Hugo Lloris, e a estação Charles de Gaulle-Étoile foi renomeada para On a 2 Étoile, que significa “Temos duas estrelas”.

Definitivamente a França mereceu!

Teve o melhor repertório e maior eficiência… Assim como o artista de rua Iya Traore  que brinda a todos com perfeição e habilidade no trato com a bola de futebol em frente a escadaria da Igreja de Sacré-Cœur no bairro de Montmartre em Paris.

“…vive la France, vive la Republique!…”