O fenômeno do pop-funk carioca se apresenta em Salvador, neste sábado (20), na Noite da Beleza Negra. O Ilê Aiyê abre suas portas para receber o quinteto formado por Lellêzinha, Diogo Breguete, Hiltinho, Pablinho e Rafael Mike, neste que se tornou o maior concurso de beleza e exaltação da mulher negra do Brasil. O mais antigo bloco afro do país irá eleger a Deusa do Ébano 2018 e, mais uma vez, fortalecer sua imensurável contribuição para a autoestima da mulher negra brasileira. O grupo será responsável pelo encerramento da noite, logo após a Deusa de 2018 ser anunciada, e terão ainda um momento especial ao lado da Band’Aiyê.

Com sucessos que estão no top das paradas musicais e cheios de personalidade, o grupo já apresentou as músicas do disco Aperta o Play em grandes palcos do país, dos Estados Unidos, França e Angola. Além disso, trazem consigo uma identificação com a luta racial e destacam a relação antiga com o Ilê. Inclusive já fizeram uma homenagem a entidade no festival Back to Black, em 2015. “Nós fizemos uma homenagem ao Ilê e ao povo negro cantando “Que bloco é esse?”. Foi um dos momentos mais felizes e significante da minha vida. O povo cantava junto e dançava muito. Uma verdade festa black!”, conta Lellêzinha.

Para Rafael Mike, o Dream Team do Passinho anda de mãos dadas com o Ilê quando o assunto é representatividade. “O Ilê é uma das maiores referências de bloco de Carnaval do país, carregando a tradição e história da música ancestral preta. O Dream Team do Passinho tem cinco integrantes, todos vindos de suas respectivas favelas. No gueto, nossa expressão, lamentos, celebrações e intervenções culturais vêm do canto e da dança. No caso do Rio, vem do funk! Somos a nova geração de pretos levantando a mesma bandeira de mãos dadas ao llê. Somos todos filhos da mesma cultura preta e potente”.

Com patrocínio da Avon, a 39ª Noite da Beleza Negra 2018 Negra traz como inspiração o tema do Carnaval do Ilê Aiyê 2018: “Mandela. A Azânia celebra o centenário de seu Madiba” e tem direção artística e roteiro de Elísio Lopes Jr., direção coreográfica de Zebrinha, produção musical de Jarbas Bitencourt e figurinos assinados por Dete Lima. A direção de arte de stylling do desfile de moda é de Luciano Santana. A Band’Aiyê se apresenta sob regência do maestro Kehindê Boa Morte. A cenografia é de Renata Motta, com projeções e vídeos do VJ Dexter. A produção é de Clarissa Torres.

SERVIÇO

39ª Noite da Beleza Negra

Dia: 20 de janeiro (sábado)

Horário: 20h

Local: Senzala do Barro Preto – Ladeira do Curuzu, Liberdade

Ingressos: R$ 50 (pista); R$ 100 (camarote) – Valores Promocionais

Vendas: Senzala do Barro Preto e Boutique do Ilê (Pelourinho)

Vendas online: IngressoRapido.com.br