Uma nova marca para celebrar as relações culturais, históricas e de afeto entre a Bahia e Portugal. É assim que o Consulado Português na Bahia lança o projeto multicultural “Bahia-Portugal: Pontos Que Nos Unem”. A marca vai servir como um catalisador de ações que acontecerão entre os meses de maio e junho, anualmente, para celebrar datas importantes como o dia 5 de maio (Dia da Língua Portuguesa e da Cultura Lusófona) e o dia 10 de junho (Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas).

É assim que surge um projeto “Bahia-Portugal: Pontos Que Nos Unem”, que acontecerá anualmente reunindo uma série de eventos culturais para celebrar a Lusofonia na Bahia. Para a Cônsul-Geral de Portugal na Bahia, Nathalie Viegas, “Salvador é uma das cidades brasileiras que mais preservam a ligação com Portugal. Foi a primeira capital, a primeira casa da Família Real no País. Faz todo sentido que tenhamos uma celebração à altura dessa História”. Ainda segundo a Cônsul-Geral, “a programação das festividades este ano será centrada na Música, Artes Plásticas, Literatura e Filosofia, colocando em diálogo portugueses e brasileiros que construíram pontes culturais e promoveram os enlaces sobre o Atlântico”.

Este ano, o Consulado Geral de Portugal na Bahia tem como parceiro realizador das ações a Cátedra Fidelino de Figueiredo – Instituto Camões/UNEB, que estarão promovendo o diálogo Bahia – Portugal, com o apoio das instituições acadêmicas e culturais de Salvador.

Para a titular da Cátedra Fidelino de Figueiredo – Instituto Camões/UNEB, professora Dra. Rita Aparecida Santos o afeto é linha central deste projeto. “Todos os diálogos que estão sendo propostos na programação do projeto são costurados por pontos invisíveis, como o afeto. A amizade dos escritores Luis Serguilha (Portugal) e Lívia Natália (Bahia), a decisiva contribuição de Agostinho da Silva na criação do CEAO/Ufba, a arte de Bel Borba e Helena Cardoso que se encontram no imaginário criativo dos dois artistas. Assim são os pontos que nos unem: baseados na história, na cultura e nos afetos”, resume.

Esta é uma iniciativa que visa estreitar ainda mais os laços entre o Brasil e Portugal, no ano em que Salvador foi eleita Capital da Cultura dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), se comemoram os 210 anos da chegada da Família Real à capital baiana e o centenário do edifício do Gabinete Português de Leitura, um dos últimos representantes do neomanuelino no Brasil. 

LITERATURA, ARTES PLÁSTICAS E MÚSICA – A programação completa do projeto “Bahia-Portugal: Pontos Que Nos Unem” reúne eventos ligados a literatura, artes plásticas e música. São mais de 15 momentos de celebração desses três eixos temáticos entre os dias 16 de maio e 19 de junho. Entre os destaques, temos a exposição “Língua Portuguesa: Pontos que nos unem”, que será aberta ao público no dia 16 de maio, em três estações do metrô: Pituaçu, Pirajá e Rodoviária.

Na música, as atenções estarão voltadas para o show que acontecerá no dia 14 de junho, às 21h, no Hotel Vila Galé. A apresentação vai reunir o grupo português Os Senza junto aos baianos Alexandre Leão e Claudia Cunha, com participações especiais de Levi Lima e Ju Moraes. Os ingressos podem ser adquiridos no Hotel Vila Galé Ondina e no Gabinete Português de Leitura, na Praça da Piedade.

A produção artística está a cargo da Palco Produções, dos empresários Yedda e Adailto Almeida. “Estamos muito felizes em estar ao lado do Consulado em mais um ano de intensa programação cultural. Em 2018, completamos 30 anos de atividades, sempre apresentando os maiores e melhores shows de música brasileira e internacional. A reunião desses artistas no palco vai celebrar isso: arte, afeto e a qualidade da cultura produzida na Bahia e em Portugal”, comenta Adailto.

E para os amantes das artes plásticas, o encontro dos gênios criativos do baiano Bel Borba e da designer portuguesa Helena Cardoso poderá ser visto numa exposição inédita que estará aberta ao público a partir do dia 15 de junho, no foyer do Teatro Castro Alves, com entrada gratuita.

Além disso, a programação ainda terá momentos de homenagens aos 100 anos do prédio do Gabinete Português de Leitura, condecoração ao professor Edivaldo Boaventura e reverência ao legado de Agostinho da Silva.

A programação completa está disponível no site do Gabinete Português de Leitura (http://www.gplsalvador.com.br/), no site da Embaixada de Portugal no Brasil (http://www.embaixadadeportugal.org.br) e no site da Câmara Portuguesa de Comércio na Bahia (http://portugalbahia.com.br).