Depois do sucesso da campanha do TIM Black, que colocou a TIM no ranking das campanhas de TV mais lembradas, segundo a pesquisa do Datafolha, a companhia traz novo filme com o dançarino Sven Otten e seu ritmo dubstep. A ação desenvolvida pela agência z+ tem como objetivo anunciar que a partir de agora os clientes contam com o dobro de internet para assistir a vídeos na Netflix, Looke, Cartoon Network Já! e Esporte Interativo Plus no smartphone.

Além da franquia exclusiva para streaming de vídeos, os clientes de algumas ofertas ganharam ainda mais internet em seus planos, com pacotes de até 50GB. A música, um dos pilares de comunicação da marca TIM, é destaque novamente, resultando em um filme alegre e que impacta o consumidor.

“A campanha de lançamento do TIM Black foi um grande sucesso. Retornamos ao ranking de campanhas de TV mais lembradas e queremos seguir nesse caminho. Por isso, apostamos mais uma vez na música e na dança, com a presença do Sven, que participou da gravação aqui no Brasil, junto com outros dançarinos do país. Temos novamente um filme inovador e com ritmo contagiante, que irá chamar a atenção do consumidor”, explica Ana Paula Castello Branco, diretora de Advertising & Brand Management da TIM Brasil.

O jovem dançarino alemão esteve em São Paulo em outubro para a gravação, que aconteceu em locais tradicionais da cidade como Parque do Ibirapuera. Sven se tornou conhecido na Europa graças à internet e, hoje, acumula milhares de fãs e participa de campanhas publicitárias e programas de TV. “Esta foi a minha primeira vez em São Paulo e é tudo muito bonito, eu não imaginava como a cidade é grande. Eu realmente gosto do Brasil, foi um prazer estar aqui, trabalhando com uma equipe da TIM e da Z+”, contou.

A campanha será 360º, com inserções na TV aberta e fechada, mídia impressa, rádios, material de ponto de venda, mobiliário urbano e mídia digital.

“A proposta das peças de TIM Black vem ao encontro da demanda do público por entretenimento. Neste novo filme, mantivemos o tom, a música (All Night, de Parov Stelar) e os elementos visuais, que funcionaram muito bem na campanha anterior. Mas demos um passo além na linguagem visual”, diz Alexandre Vilela (Xã), Chief Creative Officer da Z+.