Refletir sobre as políticas de preservação do patrimônio edificado da América Latina. Esta é uma das propostas do ArquiMemória 5 – principal encontro sobre a preservação do patrimônio edificado realizado no Brasil. O tema será apresentado pelo arquiteto e consultor da Unesco, Ramón Gutérrez, durante conferência de abertura do evento, no dia 27 de novembro, em Salvador. O arquiteto argentino participa de um ciclo de palestras intitulado “O global, o nacional e o local na preservação do patrimônio edificado”, que contará também com a exposição de José de Nordenflych, doutor em História da Arte e professor da Universidade de Playa Ancha – Chile, e Paulo Ormindo de Azevedo, doutor em Conservação e Restauração de Monumentos e professor da Universidade Federal da Bahia.

Autor de dezenas de livros sobre história da arquitetura latino-americana e preservação do patrimônio, Ramón Gutiérrez propõe uma ampla reflexão sobre o patrimônio, norteado pelo tema “Repensando el patrimonio desde Iberoamérica”. “Será uma oportunidade muito grande para refletir sobre o patrimônio das cidades latino americanas, que têm características muito distintas de outras cidades do mundo. Estamos num ponto que precisamos pensar em respostas em curto prazo para o patrimônio da América”, declara Gutiérrez. Professor de diversas universidades na Espanha, Itália, Portugal e América Latina, Ramón Gutiérrez é fundador do Centro de documentação da arquitetura latino-americana (CEDODAL), em Buenos Aires.

 

SERVIÇO

O QUÊ: ArquiMemória 5: “O global, o nacional e o local na preservação do patrimônio”

QUANDO: 27 de novembro a 1º de dezembro, em Salvador.

INFORMAÇÕES E INCRIÇÕES: http://iab-ba.org.br/arquimemoria5