*Por Renato Figueiredo

A amplitude de movimento (ADM) é uma variável muito importante no treinamento, não é apenas um detalhe, por isso os personal trainers insistem em ressaltar isso. Ao realizar os exercícios com total amplitude o aluno promoverá um maior recrutamento de unidades motoras, aumentando o estresse muscular e gerando, consequente, um aumento de massa muscular e de força.

No agachamento não é diferente, é necessária a realização do exercício completo, mas algumas pessoas têm certo receio de realizá-lo em total amplitude. Essa semana, uma das minhas alunas de consultoria online entrou em contato com medo de realizar o agachamento com ADM completa, me perguntou se teria algum prejuízo se ela realizasse o agachamento até o chão.

Não existe nenhuma comprovação científica que diga que o agachamento completo (descendo todo) vai causar uma lesão. Isso é um boato baseado em “achismo” e algumas pessoas reproduzem sem nenhum embasamento. Para quebrar esse mito é importante informar que, desde 1996, existem estudos mostrando que realizar agachamento até 90 graus, pode ser mais lesivo, pois aumenta a força de compressão tibiofemoral e patelofemorais. Por outro lado, esse risco reduz quando a ADM é aumentada. Ou seja, quanto mais “descer” menor será a possibilidade de uma lesão!

O que pode ocasionar lesão é o mal planejamento no treinamento, por isso é importante procurar um personal trainer qualificado para o acompanhamento das atividades físicas.

Sobre Renato Figueiredo
* Graduado em Educação Física, Renato Figueiredo é life coach, com pós-graduação em Fisiologia e Prescrição de Exercícios. Possui o título de Professional Self Coaching pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC).