Na última segunda-feira (23), atracou no Terminal de Contêineres do Porto de Salvador o navio CMA CGM Magdalena, vindo da Europa pelo Mediterrâneo. A operação faz parte do novo serviço marítimo disponibilizado pelo terminal baiano, ampliando a conexão entre a Bahia e uma das principais rotas do comércio entre os países da Ásia, Oriente Médio e Europa. A partir deste mês, o Tecon Salvador passa a contar com duas escalas semanais, com dezesseis navios dos maiores armadores do mundo: CMA CGM, Hamburg Sud, Hapag Lloyd, Maersk Line e MSC. Em novembro, está prevista a chegada do navio MSC Lily.

De acordo com Patrícia Iglesias, diretora comercial do Tecon Salvador, as duas escalas semanais (segunda-feira e sábado) trarão mais competitividade aos importadores e exportadores. “Um dos principais ganhos é a redução do tempo de viagem para alguns países de destino e origem das cargas. Para importação, por exemplo, prevemos uma redução de aproximadamente 20 dias em alguns trechos”, revela Iglesias. Esse ganho de tempo representa mais confiabilidade na relação comercial entre importador versus exportador, aumentando o valor agregado ao produto.

Os segmentos mais representativos neste trade são: plástico, papel e celulose, borracha, além de químicos e petroquímicos, para as quais estas novas opções de serviço marítimo trarão novas perspectivas em 2018.