“Minha arte está do barraco ao palácio. O negócio é democratizar”  (Denissena)

Ele nasceu Denis Sena, mas artisticamente é conhecido por Denissena, o Operário Cultural. Virginiano, natural de Salvador, foi criado pela avó Helena até os oito anos de idade, em Mata de São João. Teve uma infância livre e a natureza lhe serve de inspiração até os dias atuais. O artista visual autodidata transforma sucata em arte, colore a paisagem da cidade com o graffiti, nos faz refletir através das telas, passa conceitos de identidade e cidadania para milhares de estudantes através de suas oficinas de arte-educação.

Denissena é muito mais. Possui um repertório rico e uma produção artística ampliada que reúne diferentes tipos de linguagens: caricaturas, desenhos, pinturas, arte digital, esculturas…. Na arte do graffiti,  revelou-se em 1996 quando participou de uma feira Made in Brasil, no Centro de Convenções de Salvador, quando teve a oportunidade de personalizar o quarto de um menino com seus sprays coloridos.

“Sempre acreditei que a arte é para todos. A arte transforma. É o sentido de minha existência”, afirma.  Quem quiser conhecer um pouco mais do universo deste artista, pode dar um pulo no Salvador Norte Shopping, piso L2, onde mantém um atelier desde julho deste ano. Além de telas, você vai encontrar peças fresquinhas de camisetas e bonés personalizados, além de esculturas do artista. Vá sem pressa.

Crédito: Imagens retiradas do Instagram do artista

 

Mais informações:

Site: www.denissena.com

Instagram: www.instagram.com/operariocultural

 

OBS: Coluna publicada simultaneamente no meu blog Dendê Criativo: www.dendecriativo.com.br